Ínicio > Blog > Bolas de pelo em gatos: cuidados diários para evitar
CATEGORIAS

Bolas de pelo em gatos: cuidados diários para evitar

Bolas de pelo em gatos: cuidados diários para evitar Catlicious

Quem tem um bigodudo em casa certamente já se deparou com os banhos diários realizados por ele, afinal de contas, os gatos fazem parte da turma dos animais mais limpinhos de todos. Apesar de higiênico, o banho de gato e suas lambidas constantes podem gerar um incomodador problema: as bolas de pelo

Embora sejam comuns, as bolas de pelo podem ser um grande problema e, para resolver, é preciso entender de fato o que é e como são formadas.

Por que existe a bola de pelo?

Graças à sua língua áspera, os fofinhos conseguem remover poeiras, sujeiras e todos os pelos que estão soltos em seu corpo. O problema é que, ao removê-los, o bichano corre o risco de engoli-los, formando em seu estômago o tricobezoar, ou, como é conhecida, a bola de pelo. 

Naturalmente, o gato pode eliminar os pelos ingeridos em sua fezes, ou soltar uma bola por semana, caso o mascote tenha uma pelagem longa ou esteja em época de troca de pelos, que ocorre entre a primavera e o outono. 

Porém, caso os pelos não sejam eliminados, grandes complicações podem acontecer com o seu companheiro de quatro patas. Por isso, separamos os sintomas que estão ligados a esse problema.

  • Vômitos - O vômito não representa boa notícias. Caso o seu amigo esteja vomitando constantemente, pode ser problemas com bola de pelo.
  • Desconforto na área do abdômen - Fique atento caso você acaricie o seu peludinho no abdômen e perceba que ele está desconfortável.
  • Falta de apetite - Se o bichano passou de comilão para sem apetite, comece a desconfiar. Esse também é um sintoma de problemas com bola de pelo no organismo.
  • Diarreia ou fezes ressecadas - As fezes dos bigodudos podem nos alertar sobre muitas coisas. Tenha uma atenção dobrada caso elas apresentem consistências diferentes.
  • Apatia - Outro sintoma é a falta de ânimo e apatia.

Leve o seu gato ao médico veterinário caso perceba que ele está com algum desses sintomas. 

Como evitar a bola de pelo? 

Para dar uma mãozinha aos pequenos com os problemas relacionado aos pelos, é possível fazer dois procedimentos: ajudar na diminuição da ingestão ou ajudar na evacuação dos pelos ingeridos. 

  • Diminuição na ingestão de pelos

Para ajudar nessa missão, é recomendado que realize regularmente a escovação dos pelos de seu pequeno. Esse procedimento pode ajudar também com os pelos soltos pela casa. É importante lembrar que existem escovas específicas para cada tipo de pelagem dos fofinhos, tanto para os de pelos mais longos, quanto para os que possuem pelos mais curtinhos. 

Em alguns casos, existem tosas especiais para gatos, que também podem ajudar em casos como esses ou de extrema necessidade. 

  • Evacuação dos pelos ingeridos

Ajudar na evacuação correta dos pelos é uma tarefa simples quando se conta com petiscos específicos que ajudam no controle dessa situação.

CatLicious Hairball é a linha específica feita especialmente para ajudar nesse caso, pois contém em sua composição o óleo mineral, um ingrediente que ajuda na evacuação dos pelos. Esse agrado é um aliado à saúde do seu fofinho. 

Além disso, o petisco CatLicous Hairball é macio por dentro e crocante por fora, contendo também o delicioso sabor de frango, que os gatos tanto amam. 

Escreva um Comentário

Avalie o post: *