Ínicio > Blog > Gato assustado: o que fazer para acalmar?
CATEGORIAS

Gato assustado: o que fazer para acalmar?

Gato assustado: o que fazer para acalmar? Catlicious

Ter um gato assustado em casa pode dar muita dor de cabeça. Esses animais podem ter muito medo de pessoas desconhecidas, visitas, objetos e barulhos específicos. Mas será que só o seu gato é medroso ou é um comportamento natural desses felinos? 

Geralmente, os bichanos são mais reservados e sutis. Alguns não podem nem ouvir a voz de uma visita que já saem correndo atrás de um esconderijo e só voltam quando têm certeza de que não há mais nenhum desconhecido dentro de casa. Esse comportamento pode ser muito perigoso para o gatinho, pois ele pode se meter em uma furada. 

Como acalmar gato filhote assustado 

Quando um gato filhote acaba de chegar em uma nova casa, ele já entra assustado e com receio de andar pelos ambientes. É nesse momento que você deve deixá-lo observar e explorar à vontade. 

É importante ir sentindo como o felino gosta de ficar no ambiente. Mostre diferentes brinquedos para gatos para ver como ele reage, se gosta de algum cobertor, bolinha, luzes etc. Enfim, incentive seu novo amigo a explorar. 

Socialização do gato filhote 

Para que o filhote de gato não se torne um gato adulto medroso, é importante estimular a socialização. E quanto antes melhor! 

É na fase de socialização do gato que você deve ficar em alerta para que ele não tenha experiências negativas — elas podem afetar o animal durante a vida toda. Há traumas de veterinário, sapatos, barulhos de máquina, secador etc. Essa é uma etapa fundamental e que deve ser planejada para todos os gatos. 

Como acalmar um gato adulto: passo a passo 

A primeira coisa a ser feita é identificar o agente causador do medo do gato. Pode ser outro animal, barulho, pessoas ou objetos, por exemplo. Se você perceber que o seu gato está ansioso, estressado, miando alto ou fugindo pela casa, é importante ajudar o peludo para que não aconteça nenhum acidente com ele. 

Para te ajudar, listamos alguns cuidados que devem ser seguidos para que tudo ocorra bem:

Se aproxime do gato com cuidado 

Os gatos assustados precisam ser deixados quietinhos ao invés de acariciados ou pegos no colo. Caso for necessário pegar o bichano, seja para ir ao veterinário ou tomar alguma vacina, é preciso ter muito cuidado, pois eles podem muito bem arranhar ou morder quem se aproximar demais. Portanto é importante não fazer movimentos bruscos. Procure usar calças e camisetas de manga longa e enrolar uma toalha em volta da mão para pegar o gatinho com segurança. 

Fale com uma voz calma e amigável 

Para acalmar o gato com medo, use aquela voz tranquila e carinhosa que só você sabe fazer. Fale como se estivesse acalmando um bebê chorão, por exemplo “Shhhh, Bibi, tudo bem. Calminha, calminha.” Sente-se lentamente e fale devagar até que o bichano perceba que você não é uma ameaça. 

Atraia o gato com um agrado 

Atraia o gato estressado com coisas que ele gosta, como ração, patê ou petiscos para gatos. Se possível, faça carinho no rosto do bichano com o dedo, mas só se você perceber que ele está mais tranquilo. 

Deixe o gato sozinho até que fique calmo 

Sabe quando você está estressado e tudo o que quer é ficar sozinho? Então, o mesmo acontece com os bichanos. Se o gato ainda estiver irritado, coloque-o em um quarto confinado, isso deve deixá-lo mais sossegado. Feche as cortinas e mantenha crianças ou outros animais longe do cômodo. O objetivo é montar um local calmo e aconchegante para o peludo. Também é importante que ele tenha acesso à água, comida e caixa de areia. 

Gato com medo de pessoas 

Gato assustado e com medo de visita pode dar muita dor de cabeça, pois o bichano pode simplesmente desaparecer. Um erro comum é ir atrás do gato, pegá-lo no colo e levar até a pessoa. Isso pode ser um pavor para o animal! 

Os petiscos de gato podem ser ótimos aliados nessa missão. Uma dica muito válida é que a visita segure uma partícula de petisco na mão, fazendo com que o cheiro da pessoa fique ali. Feito isso, coloque o petisco perto do local onde o gato está escondido e saia. Pratique essa técnica todas as vezes que o peludo correr das visitas. 

Com o tempo, ele vai passar a associar o cheiro de pessoas novas com o petisco, fazendo com que se interesse cada vez mais por chegar perto das visitas que acabam de chegar na casa. 

Se o caso do gato assustado for extremo, procure um especialista em comportamento felino para que as melhores medidas sejam tomadas. 

Escreva um Comentário

Avalie o post: *

Comentários - Gato assustado: o que fazer para acalmar?

Alda Valente

Gostei muito das dicas pois, acabo de resgatar dói bebês felinos de pouco mais de um mês. Estão arredios e agressivos, como a mãe que permanece na rua, só aceita ser alimentada e some após as refeições.

ALDA Valente

Espero ter mais informações sobre os bebês gatos. Sou mãe de cachorros,nunca gostei de gatos, nunca convivi com gatos. Tudo é novo e bem estranho pra mim. Cães parecem mais dóceis e calmos.