Ínicio > Blog > Gato filhote chorando muito. Ele está com dor?
CATEGORIAS

Gato filhote chorando muito. Ele está com dor?

Gato filhote chorando muito. Ele está com dor? Catlicious

Gato filhote chorando se torna uma das principais preocupações com novos tutores, já que ninguém quer ver o seu pequeno triste, certo? Em muitos casos, é comum que aconteça uma associação desse miado com o sentimento de dor, porém, nem sempre esse é um palpite certeiro. 

O miado dos bichanos é uma importante forma de se comunicar, tanto com os outros gatos, quanto conosco e, dentre os miaus existem algumas variações, como o “choro”. Então, para entender melhor o seu pequeno bigodudo, separamos algumas razões por trás do gato filhote miando muito.

Tipos de miados

Se o gato filhote está em um novo lar, é comum que ele mie para chamar a sua mamãe, por isso, não estranhe caso o novo morador passe algumas noites chorando. Esse comportamento irá acabar dentro de algumas semanas, assim que ele se acostumar. Além dessa razão, o filhote pode miar para indicar:

  • Fome -  barriga vazia é sinônimo de gato filhote miando. Os filhotes precisam de quantidade específica de ração, receitada por um médico-veterinário. Caso não comam o necessário, os miados entram em ação.
  • Atenção - todos gostamos de uma boa companhia, não é mesmo? Com os filhotes não é diferente. Ele também irá miar caso queira atenção e carinho.
  • Dor - apesar do miado ter muitos significados, a dor não pode ser descartada. Fique atento aos comportamentos que acompanham o miado e lembre-se de levar o bichano ao veterinário, caso suspeite do gato filhote com dor.

Gato filhote miando sem parar também pode indicar problemas. Conhecer e entender o seu fofinho é essencial para uma convivência saudável. Além disso, existem maneiras de educar e amenizar os miados. Vamos conhecer algumas?

Amenizando o miado

Se você já levou o seu fofinho ao veterinário e o miado não está relacionado à problemas com a saúde, você pode tentar conter seu pequeno seguindo alguns passos:

1. Cuidados básicos

Manter o potinho de ração com a quantidade de certa e disponibilizar água fresca para o gatinho evitará alguns miados. Além disso, esse cuidado também ajuda na saúde do bigodudo.

2. Faça-o se sentir em casa

O pequeno precisa se sentir confortável para entender que aquele é o seu novo território. Garanta que ele terá tudo o que pode precisar, como caixa de areia, uma cama aconchegante e muito carinho. 

3. Adestramento felino

Ensinar comandos é uma forma de amenizar os miados. Quanto mais cedo começar o treinamento, mais rápido o gatinho pegará o jeito. Uma dica para ter ótimo resultado no adestramento é: ofereça uma recompensa saborosa ao seu amigão.

Petisco para gato

Você deve estar se perguntando: quais são os melhores petiscos para gatos, certo? Para adestrar e ainda cuidar da saúde do bichano, você pode contar com CatLicious Dental Fresh e CatLicious Fiesta Delicious Mix

Com um sabor que deixa qualquer peludinho com água na boca, esse agrado é perfeito para recompensar o seu gato por um bom comportamento, além de ajudar no tratamento da saúde bucal, já que ele também auxilia no controle do tártaro.

Se o seu objetivo é conquistar o seu bigodudo pelo sabor, CatLicious Fiesta Delicious Mix será o um grande aliado nessa deliciosa missão. Produzido com ingredientes selecionados, esse petisco possui diferente formatos e texturas, garantindo a preferência dos bichanos.

Escreva um Comentário

Avalie o post: *