Ínicio > Blog > Gato com salivação excessiva: O que pode ser?
CATEGORIAS

Gato com salivação excessiva: O que pode ser?

Gato com salivação excessiva: O que pode ser? Catlicious

Os gatos são muito limpinhos e por isso qualquer sujeira já os incomoda. Portanto é muito difícil ver um gato babando ou com o rosto molhado, não é?

A salivação excessiva é um fator que podemos perceber em muitos cães, mas em felinos quase nunca chega a ser evidente. 

Se o seu pet nunca apresentou essa característica e recentemente começou a babar, pode ser que algo esteja interferindo na saúde dele. Porém, antes de se preocupar, é preciso entender o que pode estar acontecendo.

Salivação excessiva: Quais são as possíveis razões e o que fazer?

A salivação excessiva pode ocorrer em cachorros, gatos e outros mamíferos.  

No geral, é considerada como um fator comum no comportamento felino. Alguns profissionais afirmam que a saliva abundante não caracteriza um gato doente — pode ser apenas uma forma do bichano expressar algum sentimento, como felicidade ou stress. Porém diversos problemas de saúde podem ter como sintoma o excesso de saliva em gatos.

Fique atento às possíveis causas se perceber que o seu pet começou a salivar em excesso e de forma repentina:

  • Problemas nos dentes: A higienização dentária dos gatinhos é essencial para a saúde bucal deles. É necessário escovar os dentes do seu pet no mínimo duas vezes na semana para que ele não desenvolva cárie, tártaro ou outras possíveis ocorrências. Petiscos que ajudam na higienização oral do felino também são bem interessantes. Se a boca do gatinho não possui cuidados, os restos de alimentos começam a fermentar e pode ser que apareçam algumas doenças, como úlceras bucais, inflamação na língua e até infecção. Isso faz com que o felino apresente dor, alteração de cor na língua, inchaço e salivação em excesso.
  • Náuseas e vômitos: Quando o gatinho não está se sentindo bem, está enjoado e com ânsia de vômito, é normal que tenha um aumento de salivação. Porém essa náusea pode ser decorrente de uma doença secundária e por isso é essencial verificar o que está causando este sintoma no felino.
  • Medicação: Alguns medicamentos podem produzir a salivação excessiva em gatos. Assim como em humanos, os efeitos colaterais dos remédios podem fazer com que seu gato mude o comportamento ou tenha algum sintoma incomum. Remédios para pulgas e carrapatos, por exemplo, podem ser vilões quando causam efeitos indesejados. Medique seu animal apenas sob prescrição médica. 
  • Estresse: Gatos nervosos, entediados ou malcuidados apresentam sérios quadros de estresse. Um dos principais sintomas de um animal severamente estressado é a grande produção de saliva: o sistema neurológico do felino transmite vários sinais ao sistema nervoso central, fazendo com que o seu gato comece a babar. 
  • Intoxicação: É difícil acompanhar todos os passos do seu felino para saber o que ele anda comendo por aí, né? Pode ser que ele tenha comido algo que o intoxicou e com certeza esse é um dos motivos da salivação. Mais perigoso que isso: seu gato pode ter sido envenenado de alguma forma. Nesse caso, é preciso levá-lo com urgência ao veterinário, pois um animal intoxicado corre risco de vida.
  • Vontade de comer petisco: A saliva em excesso do seu felino pode ser vontade de ganhar CatLicious Beef — petiscos irresistíveis, deliciosos e crocantes! Uma ótima pedida para oferecer ao seu amigo. Você não vai deixar ele salivando de vontade, né?

Como posso saber se o meu gato está doente?

Existem outros sintomas em conjunto que podem indicar que o seu gatinho está doente. Se ele estiver apático, sem apetite, com alguma dificuldade evidente, febre ou indisposição, pode ser que esteja com algum tipo de doença.

Para saber se o seu amigo está realmente com algum problema de saúde, é preciso que exames específicos sejam feitos e isso só será possível com a ajuda de um profissional. Um veterinário poderá chegar ao diagnóstico com mais rapidez e eficiência, permitindo que seu melhor amigo seja devidamente cuidado e não sofra nenhum tipo de risco.  

Como saber se o gato está com raiva?

A salivação intensa em gatinhos, além de outras doenças, também pode estar relacionada à raiva. Ao contrário de quem pensa que esse problema só apareça em cachorros, a raiva, infelizmente, também é contraída por gatos. Vamos conhecer um pouco mais da doença e também os sintomas de raiva em gatos:

A raiva é uma doença que mata muitos mamíferos. Mesmo quando tratada, quase 100% dos casos não possuem cura e acabam levando o nosso companheiro a óbito em poucos dias. 

Ela é transmitida de um animal para outro e o principal meio de transmissão é a saliva. Essa zoonose é extremamente contagiosa e afeta até humanos. Ela age no sistema nervoso central, causando lesões na medula, no cérebro e afetando o controle dos sentidos. 

Os principais sintomas da raiva são: 

  • Estrabismo
  • Salivação excessiva
  • Perda do controle da mandíbula
  • Espasmos
  • Tremores
  • Desorientação
  • Isolamento
  • Fotofobia
  • Convulsões

Caso perceba que seu amigo esteja com algum desses sintomas, encaminhe-o com urgência para um veterinário de confiança.

Atenção: é essencial que, desde pequeno, o fofucho seja vacinado. Tomando a vacina antirrábica, seu filhotinho estará protegido contra a doença. Lembrando que ela deve ser administrada todos os anos para que o efeito não acabe! Evite também que o seu companheirinho tenha contato com gatos da rua para que não aumente o risco da doença ser contraída.  

Escreva um Comentário

Avalie o post: *